| home | cursos | producao | projetos | cadastro |  
.
 
  Projetos
. .
. .
. .
 
. .
 
. .
 
. .
 
. .
   
 
   Percepção Pública da Ciência e da Tecnologia

.


As pesquisas no campo da percepção pública da ciência, que se consolidaram na Europa e nos Estados Unidos na década de 1980 e são mais recentes na Iberoamérica, têm o objetivo de avaliar as atitudes, o interesse, o conhecimento e a percepção da sociedade diante da produção de ciência e da tecnologia para, por exemplo, guiar tomadas de decisão e políticas públicas na área.

Visando contribuir para um debate internacional sobre a construção e padronização de indicadores de cultura científica, o Labjor, com apoio da Fapesp, insere-se uma rede de pesquisa composta pela Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e pela Rede Iberoamericana de Indicadores de Ciência e Tecnologia (Ricyt/Cyted), por meio do projeto Percepção Pública da Ciência e da Tecnologia. Através dessa rede de pesquisa, foi realizada uma enquete de percepção pública da ciência e da tecnologia em quatro cidades de países ibero-americanos.

Como resultado do trabalho, foram produzidos o livro Percepção Pública da Ciência, publicado em português e espanhol sob a organização de Carlos Vogt, do Labjor, e de Carmelo Polino, do Ricyt, e um capítulo da publicação Indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado de São Paulo, da Fapesp (2005). (Leia o capítulo: Percepção pública da ciência: uma revisão metodológica e resultados para São Paulo). Pela primeira vez, a publicação da Fapesp trouxe indicadores de cultura científica ao lado de indicadores de inovação, de produção acadêmica, de recursos humanos, entre outros.

Dando continuidade aos trabalhos, os pesquisadores do Labjor têm participado com freqüência de encontros internacionais sobre percepção pública da ciência. Em 2007, a equipe participou do VII Congresso Iberoamericano de Indicadores de Ciência e Tecnologia, organizado pela RICYT e pela FAPESP em São Paulo (capital), e de um encontro na Royal Society, em Londres (Inglaterra), em que foram articuladas ações e parcerias internacionais para a construção de uma metodologia comum nas pesquisas de percepção pública da C&T. Ainda em 2007, o Labjor participou, novamente com apoio da Fapesp, de uma nova enquete de percepção publica da ciência e da tecnologia em cidades de sete países iberoamericanos, juntamente com a OEI, a Ricyt/Cyted e, desta vez, também com a Fecyt (Fundação Espanhola para Ciência e Tecnologia).

No início de 2008, parte da equipe esteve presente no congresso internacional Cidadania e políticas públicas para C&T, realizado pela Fecyt, em Madri (Espanha) e, em seguida, o próprio Labjor sediou um novo encontro com pesquisadores de percepção pública da Inglaterra, Espanha, Portugal, Argentina e Colômbia para discutir os resultados da última enquete aplicada na Iberoamérica. Atualmente, os pesquisadores trabalham em novo capítulo para a publicação Indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado de São Paulo, da Fapesp (2008), com base na enquete realizada em 2007, com uma metodologia comum na Iberoamérica.

Coordenação:
Carlos Vogt

Pesquisadores:
Cristina Caldas
Marcelo Knobel
Rafael Evangelista
Sabine Righetti
Simone Pallone
Yurij Castelfranchi

Auxiliar de estatística:
Giovanna Martineli

Financiamento:
Fapesp

 
 
 
 
 
home   |   cursos   |   produção   |   projetos   |   cadastro   |   mapa do site   |   webmaster

Labjor
Cid.Univ."Zeferino Vaz" Préd.Reit. V 3ºpiso CEP 13083-970
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588 Fax: (19) 3521-2599